Lei da inércia

Galileu GalileiDe forma sucinta, podemos dizer que a inércia é uma propriedade comum a todos os objetos físicos, que consiste na resistência desse mesmo objeto em mudar o seu estado de movimento. Vamos de seguida desenvolver um pouco mais esta questão.

Durante muito tempo na História, acreditou-se que para manter um determinado objeto em movimento seria necessário aplicar uma força sobre o mesmo. Se não o fizéssemos, o objeto acabaria por parar.

Porém no séc. XVII surgiu um conceito que contradizia o pensamento vigente e que parecia ir contra o senso comum: a inércia. O primeiro a apresentar o conceito de inércia foi o físico italiano Galileu Galilei, sendo que mais tarde o físico Isaac Newton acabaria por “aperfeiçoar” a versão apresentada por Galileu. A lei da inércia também ficou conhecida como primeira lei de Newton.

A lei da inércia pode ser apresentada da seguinte forma: “Todo corpo continua em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em uma linha reta, a menos que seja forçado a mudar aquele estado por forças aplicadas sobre ele.

Vamos a um exemplo em concreto: imaginemos que temos uma bola parada no chão. O chão é liso e não tem qualquer inclinação. Se não for aplicada qualquer força sobre a bola, esta vai continuar lá parada. Isso está de encontro com a primeira parte da lei da inércia, e é uma situação óbvia.

Agora vamos imaginar que alguém aplica uma força sobre a bola e que esta começa a deslocar-se pelo chão. Segundo a lei da inércia, a bola deveria continuar em movimento, com a mesma velocidade e sentido, a menos que fossem aplicadas forças sobre a bola. Mas o que observamos? A bola, depois de se deslocar por algum tempo, acaba por parar. Como explicar isso? Bom, a bola pára porque existem forças contrárias ao seu movimento que a fazem parar. É o caso da força de atrito causado pelo chão sobre a bola, e também a força da resistência do ar que é aplicada sobre a bola. Estas duas forças fazem a bola parar. Se não existissem essas forças aplicadas sobre a bola, esta continuaria indefinidamente com seu movimento uniforme e em linha reta.

É importante referir que se acontecer várias forças serem aplicadas sobre um objeto, mas a soma de todas essas forças for nula, o objeto continua a manter o seu estado de movimento.

Vejamos outro exemplo onde podemos observar a lei da inércia: estamos dentro de um carro que viaja a uma velocidade constante. De repente o condutor trava o veículo. O que acontece connosco? Somos projetados para a frente do carro. Isso acontece porque repentinamente o carro reduziu a velocidade, enquanto que nós ainda continuávamos à velocidade a que o veículo possuía antes da travagem.

A descoberta da lei da inércia foi muito importante para a física, pois permitiu-nos ficar a conhecer muito melhor como funciona o movimento dos corpos.

Share Button
Lei da inércia
5 (100%) 2 votes
Bookmark the permalink.

Comments are closed.