Ilha de Páscoa

Ilha de PáscoaA Ilha de Páscoa (Isla de Pascua em espanhol, ou Rapa Nui na língua nativa rapanui), famosa pelas suas grandes estátuas de pedra, é uma ilha da Polinésia oriental, no sul do Oceano Pacífico. A Ilha de Páscoa é também uma província do Chile, apesar de se situar a mais de 3.500 km da costa oeste chilena.

Esta ilha tem origem vulcânica, e possui uma forma aproximadamente triangular.

A Ilha de Páscoa foi descoberta pelo holandês Jacob Roggeveen no dia 5 de Abril de 1722, num domingo de Páscoa. Essa circunstância acabaria por estar na origem do nome que foi dado a esta ilha.

Moais, as estátuas de pedra da Ilha de Páscoa.

Moais, as estátuas de pedra da Ilha de Páscoa.

Na época da sua descoberta, esta ilha remota (uma das ilhas habitadas mais isoladas do mundo) já era habitada por nativos. Não se sabe ao certo quando esta ilha terá sido colonizada, mas estima-se que foi entre os anos 300 DC e 1.200 DC.

Atualmente a ilha possui um pouco mais de 5.000 habitantes. A população é constituída essencialmente por rapanuis (nativos polinésios da ilha) e chilenos. A maioria da população vive na capital da Ilha de Páscoa: Hanga Roa.

A Ilha de Páscoa possui dois idiomas oficiais: o espanhol e o rapanui (idioma tradicional dos nativos).

Esta ilha é conhecida pelos seus 887 moais, que são grandes estátuas de pedra também conhecidas como cabeças da Ilha da Páscoa, e estão espalhadas um pouco por toda a ilha. Estas estátuas foram provavelmente construídas pelo povo Rapanui aproximadamente entre os anos 1.200 DC e 1.500 DC. O objetivo dos moais seria, provavelmente, de homenagear os seus líderes mortos.

Foto da Ilha da Páscoa

Foto da Ilha da Páscoa

Share Button
Ilha de Páscoa
4 (80%) 4 votes
Bookmark the permalink.

Comments are closed.